Subscrição: 05 exemplos mais conhecidos e mais praticados pelas pessoas

Subscrição: 05 exemplos mais conhecidos e mais praticados pelas pessoas
Conteúdo

A subscrição é usada em diferentes situações.

A maioria é em situações rotineiras das quais nem percebemos que o conceito de subscrição está envolvido, mas ele está ali nas entrelinhas.

Entretanto, ela é um modelo de negócio que não é novo e nos leva há séculos atrás. 

Acredita-se que a primeira forma de subscrição surgiu na Roma Antiga, onde as pessoas se inscreviam em serviços de banhos públicos e pagavam uma taxa regular para se banhar.

Pelos estudos históricos temos a compreensão de que as pessoas das classes mais baixas não tinham acesso ao banheiro (latrina como se chamava na época), e que este existia em apenas casas de ricos ou casas luxuosas.

Por isso, a subscrição para acesso aos banhos públicos proporciona uma solução acessível e conveniente para aqueles que não o tinham em suas casas.

Entretanto, o modelo de subscrição tornou-se especialmente popular com a ascensão da internet e das tecnologias digitais.

Portanto, a subscrição não é apenas um fenômeno moderno, mas uma prática que tem suas raízes na história e que evoluiu ao longo do tempo.

Para saber mais detalhes sobre os atuais exemplos de subscrição, leia este artigo até o final. 

Subscrição: o que é? 

A subscrição é o processo em que uma pessoa ou uma entidade formalmente se inscreve, ou se torna membro de algo.

Geralmente a inscrição é mediante o pagamento de uma taxa ou aceitação de determinadas condições, por determinado tempo.

Como, por exemplo, acesso a serviços, a produtos, a organizações ou a oportunidades específicas.

A subscrição é um compromisso de longo prazo, muitas vezes envolve pagamentos periódicos, e geralmente concede ao assinante benefícios contínuos ou acesso exclusivo.

Em outras palavras, é um acordo formal pelo qual alguém adquire direitos ou privilégios mediante pagamento, ou compromisso de participação. 

Por que a subscrição de capital é a mais comentada? 

A subscrição de capital é mais comentada porque é muito importante para os negócios e investimentos. 

Pois, ela desempenha o papel crucial na economia global, nos mercados financeiros e no planejamento financeiro individual.

Esses são alguns exemplos que comprovam porque a subscrição de capital recebe muita atenção das pessoas, empresários e investidores: 

  • Ações e títulos: quando as empresas emitem ações ou títulos para levantar capital, os investidores se inscrevem para adquirir.
  • IPO’s: As IPO’s representam oportunidades de investimento lucrativas e podem indicar a saúde do mercado de ações.
  • Investimentos e planejamento financeiros: investimentos em fundos mútuos, ETF’s e outros investimentos envolvem a subscrição regular para aumentar a riqueza ao longo do tempo.
  • Fintech: com o aumento da tecnologia financeira surgiu novos modelos de subscrição e investimento.
  • Educação financeira: surgimento da subscrição com boletins informativos, relatórios de pesquisa de investimento e outros recursos para auxiliar os investidores a tomar decisões informadas.

Por esses cinco motivos, é que a subscrição de capital é a mais comentada entre as pessoas.

Subscrição: 05 exemplos mais conhecidos e mais praticados pelas pessoas 

Como a subscrição é o processo pelo qual as pessoas se inscrevem, ela está geralmente associada a serviços, produtos ou organizações, como:

01 – Subscrição de serviços 

A subscrição de serviços é o modelo de negócio no qual as pessoas pagam uma taxa regular, mensal, semestral ou anual, para acessar e usufruir de um determinado serviço.

É o modelo de negócio versátil que oferece benefícios significativos tanto para os consumidores quanto para as empresas que oferecem a subscrição.

Geralmente é oferecido opções de personalização, permitindo que as pessoas adaptem o serviço às suas preferências individuais.

Como a Netflix, a Amazon Prime, a Disney+, o Spotify, o Adobe, o PlayStation Plus, o Kindle Unlimited, e o Google Drive. 

02 – Subscrição de produtos 

A subscrição de produtos é o modelo de negócio no qual as pessoas pagam taxas regulares para receber produtos periodicamente em suas casas.

Os assinantes nesse caso descobrem novos produtos que talvez não conhecessem de outra forma.

Abrange ampla gama de categorias, como alimentos, bebidas, produtos de higiene pessoal, cosméticos, roupas, brinquedos, livros, entre outros.

Como o Clube Wine, o Glambox, a Tag livros, e o Clube da Lu.

03 – Subscrição de publicações

A subscrição de publicações é o modelo de negócio no qual as pessoas se inscrevem para receber regularmente uma determinada publicação, como revistas, jornais, boletins informativos, entre outros.

Geralmente tem benefícios adicionais para os assinantes, como acesso a conteúdo exclusivo, brindes, eventos especiais ou descontos em produtos relacionados.

Como a Marie Claire, a Carta Capital, o The Economist, a Folha de S.Paulo, o O Globo, A Quatro Rodas, a Superinteressante, e o Boletim do Banco Central.

04 – Subscrição de capital

A subscrição de capital é o modelo de negócio no qual pessoas, ou investidores, adquirem ações ou títulos emitidos por uma empresa em um determinado momento. 

Em algumas situações, os acionistas existentes podem ter direitos de subscrição, dando a opção de comprar novas ações da empresa antes que sejam oferecidas ao público. 

Como a aquisição de ações ou títulos de uma empresa, que proporciona à empresa uma fonte de financiamento para suas operações e projetos de crescimento.

05 – Subscrição de capital e crédito internacional

A subscrição de capital e crédito internacional é o modelo de negócio no qual pessoas, empresas ou governos obtêm financiamento, ou empréstimos de instituições financeiras, ou mercados internacionais.

Geralmente envolve a análise da capacidade de pagamento do crédito ou capacidade financeira dos sócios, a qualidade de sua governança corporativa, o histórico de crédito e outros fatores.

Como empréstimos bancários internacionais, títulos internacionais, linhas de crédito internacionais.

Em resumo, a subscrição envolve diversas situações, as mais praticadas assumem 05 exemplos, embora a mais conhecida seja a subscrição de capital.

Ela é o modelo de negócio no qual os indivíduos ou entidades pagam uma taxa regular para ter acesso contínuo a produtos, serviços ou financiamento. 

Inclusive, ela é a forma de acesso conveniente e contínuo a uma variedade de produtos, serviços ou financiamento, oferecendo benefícios tanto para os consumidores quanto para as empresas.

Agora que você já sabe os 05 exemplos, que tal compartilhar esse conteúdo? 

Compartilhe agora com pessoas que irá se beneficiar com o conteúdo tratado nesse artigo ou compartilhe nas suas redes sociais.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × um =

Posts recomendados

A Inteligência Comercial é a representante exclusiva da Savel Capital Partners no Brasil, para operações de crédito.

Savel Capital Partners é a única representante do Kennedy Funding Financial para o Brasil.

Savel capital partners